Ouvidoria do Ipem-SP divulga ranking de reclamações de janeiro a julho

Adaptador de plugue e tomada liderou o número de reclamações com maior incidência (100%) de reprovações 

A Ouvidoria do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, divulga o ranking de reclamações sobre produtos, serviços e instrumentos de medição referente ao período de janeiro a julho deste ano.

No período, foram 1.450 atendimentos. Desses, 755 estão efetivamente relacionadas a sugestões, solicitações, e busca de informações, 695 sobre produtos, serviços e instrumentos de medição, 418 casos foram fiscalizados e concluídos e 277 se encontram em andamento. Entre os fiscalizados, 123 foram reprovados.

Adaptador de plugue e tomada liderou o número de reclamações com maior incidência (100%) de reprovações. Apesar da liderança de reclamações, 441 registradas, ter sido em bombas de combustíveis, apenas 61 (19,6%) eram procedentes.

Segurança em aparelhos eletrodomésticos esteve nos destaques do ranking, com 44 denúncias, sendo 11 (735) procedentes, assim como dispositivos elétricos de baixa tensão, entre eles, conectores, lâmpadas, luminárias e extensão elétrica do tipo enrolada, com 27 reclamações, 12 procedentes, o que representou 75%

Balanças, brinquedos, dispenser de GNV, inspeção técnica de manutenção de extintores de incêndio, fios, cabos e cordões flexíveis elétricos, bebedouros, lâmpadas LED, produtos têxteis, colchões, carne bovina, extintores de incêndio, entre outros, foram denunciados. No entanto, não foram reprovados após fiscalização e perícia, produtos têxteis, colchões e extintores de incêndio.

O procedimento para o cidadão reclamar é simples. Ao suspeitar de uma possível irregularidade contra o consumidor entre em contato com a Ouvidoria que atende, registra e faz o encaminhamento da solicitação para a área técnica realizar a fiscalização dos produtos ou instrumentos reclamados. Após a verificação, os resultados são encaminhados para Ouvidoria que se encarrega de transmitir a informação para o cidadão.

No mesmo período em 2020, a Ouvidoria do Ipem-SP registrou 2.520 atendimentos com grau de satisfação da população de 95%. De janeiro a dezembro de 2020, foram registrados 3.748 atendimentos com grau de satisfação da população de 93,3%

Conheça o ranking de atendimentos, neste link. Mais informações sobre a Ouvidoria do Ipem-SP, acesse http://www.ipem.sp.gov.br/index.php/ipem-sp/ouvidoria

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre este e outros assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria: 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou por meio do e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br

Ipem-SP

O Ipem-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, brinquedos, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, produtos embalados sem a presença do consumidor, entre outros materiais. É seu papel também proteger o consumidor para que este leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para ouvidoria@ipem.sp.gov.br