Abertas inscrições para a Escola Cívico Municipal de Ilhabela

A Prefeitura de Ilhabela está com inscrições abertas para o segundo semestre, na Escola Cívico Municipal, destinado a alunos 6°, 7° e 8° anos, residentes em Ilhabela e matriculados no ensino fundamental da rede pública ou privada.

As inscrições vão de 6 a 15 de julho e podem ser realizadas via formulário digital (https://forms.gle/bDFkiM4mB2rFJjR6A). Mais informações podem ser obtidas no site oficial da Prefeitura de Ilhabela: www.ilhabela.sp.gov.br. No ato do preenchimento da ficha de inscrição, devem ser anexados o Histórico Escolar e comprovante de residência atual em nome do responsável.

As inscrições serão analisadas por comissão própria designada pela Secretaria de Educação, que irá verificar os pedidos, observando critérios como: frequência escolar obtida durante a vida estudantil; notas obtidas durante a vida escolar; declaração disciplinar emitida pela unidade escolar em que o aluno está matriculado no ano de 2022; moradia do aluno em Ilhabela e participação dos responsáveis em reuniões escolares durante a vida escolar.

A nova Escola Cívico Municipal é a primeira do Litoral Norte de São Paulo, no molde “cívico-militar”. Localizada no bairro do Reino, terá 10 salas de aula, vestiários, laboratório de informática, refeitório, cozinha, áreas administrativas, pátio, quadra e playground coberto.

“Esta é mais uma opção de ensino às famílias da nossa cidade de inserir os filhos em um sistema de ensino público diferenciado, com foco nos valores cívicos, diferente do convencional”, destacou o Prefeito Toninho Colucci.

A unidade escolar receberá o nome do Senador Major Olímpio Gomes, que faleceu vítima da Covid-19 em 2021. Major Olímpio, como era popularmente conhecido, frequentou Ilhabela por muitos anos e considerava a cidade como seu segundo lar. Era apaixonado pelo município e sempre encaminhava emendas Estaduais e Federais que contribuíram positivamente para melhoria de vida da população ilhabelense.

A Escola Cívico Municipal de Ilhabela seguirá os moldes do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógico e administrativa. O País conta hoje com mais de 200 escolas cívico-militares, que já indicam registros positivos da educação, após a instalação dessas unidades. São eles a melhora no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), redução significativa na evasão escolar e o aumento de alunos estudando no ensino correto.