Vereador Daniel Soares

Bilhete Único para o Desempregado: Daniel Soares pede a implantação do serviço no município

Estudos para a implantação do bilhete único para os desempregados em São Sebastião foram solicitados à Prefeitura, pelo vereador Daniel Soares, no Requerimento nº 507/2022, aprovado na sessão de terça-feira (22).

Apesar dos dados oficiais que apontam recuo na taxa de desempregados, as pessoas que estão nessa condição necessitam desse suporte, explicou o vereador, que apresentou algumas estatísticas em seu trabalho.

“O Brasil lidera o ranking de países do G20 em recuo da taxa de desemprego. O país saiu de um índice de 13,1% de desempregados em agosto de 2021, para 8,9% no mesmo mês deste ano, registrando uma queda de 4,2 pontos percentuais. Atualmente, a taxa de desemprego no Brasil está em 8,7%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)”, apontou Soares.

Esse número representa uma queda de 0,9 ponto percentual na comparação com o trimestre anterior, terminado em maio, e é o menor patamar desde o trimestre encerrado em julho de 2015 (8,7%). “Em termos de queda, o Brasil foi o país que mais recuou em pontos percentuais. Agostini, economista-chefe da Austin Rating, explica que isso acontece porque o Brasil tem uma volatilidade no emprego muito forte. O avanço na vacinação proporcionou uma retomada econômica, principalmente no setor de serviços, do meio deste ano até agora”.

Segundo Soares, “em nosso município, embora exista uma crescente oferta de vagas de emprego, a cidade ainda sente os efeitos econômicos da pandemia do novo Coronavírus e aguarda ansiosamente pela temporada de verão 2023 para aquecer ainda mais a economia”.

Contudo, como frisou, “é importante ressaltar que as pessoas que buscam sua recolocação no mercado de trabalho, em grande parte, não possuem recursos para se deslocar dentro do município para, diariamente, entregar currículos, participar de entrevistas de emprego e processos de seleção. Essa ausência de recursos, dificulta ainda mais a busca pelo emprego”.

Soares comentou que a proposta apresentada no requerimento “é a de que o trabalhador demitido sem justa causa, há no mínimo 1 mês e no máximo 12 meses, tendo trabalhado no último emprego por um período mínimo de 6 meses contínuos, faça jus ao uso gratuito de ônibus, por 90 dias, de forma não renovável”.

O benefício, de acordo com o vereador, tem como objetivo facilitar o deslocamento dos trabalhadores em busca de recolocação profissional. “A iniciativa já foi adotada na cidade de São Paulo e já atendeu, desde a sua criação, mais de 5 milhões de trabalhadores”. Por isso, Soares questionou a administração se existe a possibilidade de encaminhar, ao Legislativo, um projeto de lei criando o bilhete único para o desempregado.