Ilhabela abre inscrições para formação em Gestão Coletiva de Projetos Culturais

A Prefeitura de Ilhabela está com inscrições abertas até o próximo dia 23 de dezembro para um curso gratuito de Gestão Coletiva de Projetos Culturais. Para se inscrever e saber mais sobre o projeto, os interessados devem acessar o site www.projetocultura.com.br. As vagas são limitadas e moradores de Ilhabela têm prioridade. A iniciativa é da Chocadeira, uma incubadora de projetos culturais criada pelas produtoras culturais Dyulie Ben Bolon e Débora Bergamini. O curso está previsto para ser ministrado no início de 2023.

O projeto é financiado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, sendo um dos editais selecionados para o Programa de Estímulo à Cultura (PEC), que só em 2021 investiu cerca de um milhão de reais em projetos culturais apresentados por artistas, produtores e fazedores de cultura da cidade.

A economia da cultura é considerada pela UNESCO como a indústria do futuro. O setor emprega mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo e cresce a cada dia. No entanto, ainda faltam profissionais preparados, principalmente pessoas com conhecimentos suficientes para elaborar e fazer a gestão de projetos culturais.  Dessa maneira, o curso em Gestão Coletiva de Projetos visa ser uma ferramenta facilitadora para inserção de mais pessoas nesse processo.

“Às vezes as pessoas se assustam com a burocracia dos editais de cultura, é comum que muitas acabem desistindo”, afirma Débora, uma das idealizadoras da proposta. Para ela, que já atua há mais de dez anos na produção cultural, “o segredo é a persistência e o trabalho em grupo. Produzir exige muitas habilidades. Quando nos unimos e trabalhamos no coletivo, podemos aproveitar as habilidades de todos e alcançar os nossos objetivos”. Dyulie Bolon completa que “é preciso popularizar o acesso aos recursos públicos”, a proponente do projeto afirma esperar que a Chocadeira seja um ponto de apoio para os produtores da cidade.

Além dos editais municipais, o Estado de São Paulo também investe todos os anos milhões de reais em projetos culturais que são selecionados via concorrência pública, ou seja, é preciso ter o conhecimento de elaboração e gestão de projetos culturais para conseguir acessar os recursos.  Com a recriação do Ministério da Cultura, existe a expectativa de que em 2023 os editais para o incentivo à cultura do Governo Federal, também voltem a fazer parte do setor cultural brasileiro, aumentando ainda mais a necessidade de profissionais qualificados.