Tamanduá-Mirim é resgatado pela Polícia Ambiental em Ubatuba

No final da tarde de terça-feira (03/01), uma equipe da Polícia Militar Ambiental foi solicitada para resgatar um tamanduá-mirim que segundo a solicitação, foi atropelado no dia (02/01) e sofreu ferimentos.

O animal permaneceu em uma residência próxima ao local do acidente aguardando resgate, onde a proprietária notou que um filhote foi expelido sem vida. Os tamanduás-mirins podem ter até duas gestações de uma cria no ano e devido a sua necessidade alimentar podem consumir até 9.000 insetos (cupins e formigas) por dia e para isso, acabam explorando uma grande área, passando por vezes em trechos urbanos e rodovias, fato que aumenta o índice de morte por atropelamento (fator potencializado na região do Litoral Norte devido à temporada de verão).

O animal que foi atropelado em Ubatuba foi resgatado e destinado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) Fundação Animália, localizado em São Sebastião. Após os primeiros atendimentos, o biólogo responsável determinará se o tamanduá esta apto para ser reintroduzido em seu habitat natural ou permanecerá sob cuidados médicos.

Denúncias podem ser feitas através dos telefones 190 e (12) 3886-2200 da Polícia Militar Ambiental do Litoral Norte.